0
0
0
s2sdefault

As obras de requalificação viária na Avenida Tancredo Neves, promovidas pela Prefeitura, prosseguem na capital e já alcançam 20% da intervenção concluída. O projeto vem sendo executado pela Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), através da Superintendência de Obras Públicas (Sucop), e abrange também a Avenida Magalhães Neto, com o objetivo de melhorar a fluidez no tráfego de uma das regiões mais movimentadas da cidade.

A requalificação contemplará a região com uma ligação subterrânea (trincheira bilateral), que vai permitir uma conexão direta entre a Magalhães Neto e o miolo empresarial da Avenida Tancredo Neves, com redução de fluxo na pista marginal. Também estão previstos recapeamento das vias existentes e ajustes na passarela instalada no local, além de drenagem, iluminação em LED e paisagismo. Essas intervenções no trecho vão proporcionar facilidade de acesso para pedestres, ampliação da passarela e a possibilidade de implantação de ciclovia na região.

O secretário da Seinfra, Luiz Carlos de Souza, afirmou que a intervenção vai otimizar ainda mais o trânsito naquela região. “As obras, com investimento na ordem de R$42,9 milhões, têm prazo de conclusão previsto para dezembro deste ano.”

Também está prevista a construção de uma ponte sobre o Rio Camarajibe, que terá pista de concreto, passeio e guarda corpo, e também a execução de micro drenagem e fundações. Além da trincheira e da ponte, um viaduto está sendo implantado nas imediações da praça Newton Rique, em frente ao Shopping da Bahia, com o objetivo de direcionar o fluxo de veículos sentido Rótula do Abacaxi. O equipamento visa diminuir o entrelaçamento de fluxos no acesso ao Viaduto dos Rodoviários, sentido Acesso Norte e BR-324.

Complemento ao BRT

De acordo com o secretário de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Muller, o projeto da intervenção foi idealizado pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e Semob, com o objetivo de adequar a mobilidade da região da Avenida Tancredo Neves após a finalização das obras do BRT.

“No planejamento operacional do BRT existem linhas circulares expandidas que passam pela Avenida Tancredo Neves, e, para que o local pudesse suportar a nova dinâmica de fluxo, foi necessário repensar toda a região”, afirmou. Para isso, foi planejada a construção do viaduto na Avenida ACM sentido Acesso Norte, o mergulho na Avenida Tancredo Neves, o novo pontilhão sobre o Rio Camarajibe e a duplicação da Rua Marcos Freire, em frente à Tend Tudo.

O diretor de Trânsito da Transalvador, Marcelo Correa, afirmou que foram percebidos então os principais pontos de congestionamento e, para solucionar esta demanda, optou-se pela ligação subterrânea de aproximadamente 200 metros. Neste momento, segundo Correa, a obra está no seu estado mais crítico, com a Avenida Magalhães Neto com uma faixa de pista no sentido Sarah e com uma faixa no sentido orla, com opção de uso da via marginal. A situação deve melhorar a partir de agosto, conforme o andamento das obras.

“Com o aumento da fluidez, veremos uma diminuição de estresse para a população, o transporte público será beneficiado e, também, vai melhorar as condições viárias para o pedestre com a ampliação das passarelas”, finalizou.

0
0
0
s2sdefault